Ceviche Peruano

foto 2 (6)

Hoje a receitinha é pra quem é fã de um peixinho cru! O ceviche é uma comida típica do Peru, falei um pouco sobre ele aqui, aqui e aqui. Desde que provei o ceviche me apaixonei! O sabor é maravilhoso! O verdadeiro ceviche peruano é “cozido”  em um suco de limão temperado e apimentado que se chama “leche de tigre”. Alguns ingredientes típicos são usados para compor esse prato e são:o milho típico do Peru que se chama “choclo”, esse milho é grandão, diferente do que temos aqui; a pimenta típica que se chama “rocoto” e é mais forte do que a dedo de moça que usamos como substituta por aqui e por fim vem a batata doce que se chama “camote”. Ela também é diferente, pois é mais alaranjada e tem um gosto um pouco parecido com abóbora japonesa, mas bem pouco. Quem conhece meu marido sabe que ele não cozinha nada, mas dessa vez ele fez questão de ir pra cozinha e preparar o ceviche! Acreditam?? Rsrs…Ele mandou SUPER bem no cevichito!!!

O nosso ceviche faltou o milho e a batata doce, esqueci de colocar… mas se você for usar é só cozinhar a espiga de milho e a batata doce e usar ok?

  • Rendimento: Serve 2 pessoas
  • Custo: ★★★★★
  • Dificuldade: ★★★★★

INGREDIENTES

  • 2 filés grandes de Robalo bem limpo e cortados em cubinhos médios
  • Suco de 4 limões Tahiti (para amenizar a acidez pode usar 2 tahiti e 2 siciliano)
  • 1 pimenta dedo-de-moça sem sementes e em fatias fininhas
  • 1 cebola roxa cortada em meias-luas bem fininhas
  • 1 punhado de coentro picadinho
  • Sal a gosto
  • Gelo

MODO DE PREPARO

Antes de cortar os filés de Robalo eu os coloquei em uma vasilha com pedras de gelo para ficarem bem geladinhos. O peixe geladinho é uma das características marcantes do ceviche!

Corte os filés em tiras e depois cubinhos médios e vá colocando em um recipiente;

Corte a cebola, pimenta e coentro bem picadinhos;
Ceviche Peruano

Junte os ingredientes picadinhos e suco dos limões ao peixe já cortadinho e mexa bem. Deixe marinando por uns 5 minutinhos até o peixe ficar esbranquiçado, isso significa que ele está “cozido” pelo limão.

foto 3 (6)

foto 5 (3)

Se for usar o milho e a batata junte nessa hora. Misture levemente o milho e a batata coloque delicadamente por cima. Como nós não usamos, colocamos em uma taça e servimos assim:

foto 2 (6)

 Dicas: Você pode usar outro peixe branco de sua preferência, como por exemplo o Linguado; O milho você pode usar de caixinha se ficar com preguiça de cozinhar a espiga; O peixe tem que estar realmente BEM limpo pra que fique apenas o filé bem macio.

Essa receita nós seguimos por esse vídeo que vimos na internet. Ele explica passo a passo e por isso fica bem fácil!

E aí, vão animar fazer??

Obrigada pela visita!

Beijos,

Poly.

 

Anúncios

Salmão Assado com Crosta de Lemon Pepper

foto 1 (1)

Vamos lá fazer um prato saborosíssimo e leve?! Por conta da facilidade de comprar salmão fresco, tenho feito muito em casa. Além disso, esse é um dos pratos mais rápidos (se não o mais rápido) que já fiz. Gente, é impressionante como é prático fazer salmão assado! Eu uso muitas especiarias pra cozinhar, uma das que mais uso é o lemon pepper (já falei nesse post aqui).  Uso pra fazer aves e peixes, fica maravilhoso. Se você não gostava de salmão e achava super sem graça… vem comigo porque você vai amar essa forma de fazer esse prato! ♥

  • Rendimento: 2 pessoas
  • Custo: ★★
  • Dificuldade: ★★★★

INGREDIENTES

  • 1 filé pequeno de salmão (para mais pessoas é só fazer um pedaço maior)
  • Vinho branco
  • Sal e pimenta moída
  • Lemon pepper

MODO DE PREPARO

  • Comece temperando o filé de salmão. Se você conseguir temperar uma horinha antes e deixar marinando melhor, senão pode ser na hora mesmo. No meu caso o salmão era fresco, mas pode ser congelado também, porém deixe descongelar antes tá?! Faça assim: Coloque o filé de salmão, já lavado, na assadeira; Jogue 3/4 de xícara de vinho branco por cima; tempere com sal e pimenta moída a gosto e por último cubra todo ele com o lemon pepper. Assim, eu AMO pimenta por isso usei também, porque o lemon pepper já é apimentadinho.

foto 1 (2)

foto 1 (3)

  • Deixe marinando por 1 hora, se puder;
  • Cubra com papel alumínio (com o lado brilhante pra baixo);
  • Leve ao forno pré-aquecido em 220c° por 20 minutos;
  • Retire o papel alumínio e deixe gratinar por mais 7 minutos;

Está prontinho!!! Ele fica bem assim…

É fundamental usar o papel alumínio para cozinhar o salmão, caso contrário ele vai ressecar demais e perder toda a “suculência” e maciez dele! Veja na foto abaixo como ficou bem molhadinho e suculento.

foto 2 (2)

foto 2 (6)

Para acompanhar eu fiz um dos meus pratos favoritos: Risoto… e de brócolis com queijo! veja receita aqui =)
Delícia né gente??!!! Façam em casa e me mandem as fotos tá!?

Bjim “procês”

Poly.

 

Risoto de Alho Poró com Queijo

foto 5

Aqui estou novamente com mais uma receitinha de risoto! Meu prato preferido depois das massas. Já falei para vocês que a “base” do risoto será sempre a mesma. O que muda é o recheio que você dá ao risoto. Esse último que fiz foi de queijo com alho poró. Delicioso também. Confiram:

  • Rendimento: serve 6 pessoas
  • Custo: ★★★★
  • Dificuldade: ★★★★

Dica: Use 1 xícara de café por pessoa para ter a medida certa, mas é sempre bom fazer com um pouco de sobra. Eu costumo fazer 2 xícaras de café por pessoa. É aquela xícara de café menorzinha sabe?

INGREDIENTES

  • 12 xícaras de café (pequena) de arroz para risoto, pode ser o arbóreo ou Carnarolli
  • 100 ml de vinho branco seco
  • 1 litro de caldo de galinha ou legumes fervente
  • 1 cebola picadinha
  • 4 colheres de sopa de manteiga ou azeite
  • Queijo parmesão ralado na hora

MODO DE PREPARO

  1. Mantenha à parte o caldo de legumes ou galinha bem quente;
  2. Aqueça o azeite numa panela grande e refogue a cebola;
  3. Em seguida junte o arroz e frite rapidamente até ficar brilhante;
  4. Regue com o vinho branco seco e aguarde o álcool evaporar;
  5. Comece a regar o arroz com o caldo de legumes aos poucos, uma concha de cada vez;
  6. Quando o arroz começar a cozinhar adicione o alho poró e continue mexendo e acrescentando as conchas de caldo;
  7. O risoto deve ficar no ponto “al dente”.Desligue o fogo e coloque uma colher (sopa) de manteiga e mexa delicadamente;
  8. Por fim coloque o parmesão ralado e sirva na hora.foto 3 (1)

Para acompanhar esse risoto eu fiz filés de badejo com crosta de lemon pepper, que já publiquei nesse post aqui.

Gostaram? Risoto é sempre um prato rápido e uma boa pedida em uma ocasião especial!

Obrigada pela visita!

Beijos,

Poly.

Robalo Assado com Legumes

1903015_688328634520818_1788625564_n

Essa receita é bem fácil de preparar e você ainda vai receber muitos elogios. Não fui em quem cozinhei dessa vez, foi minha amiga Clemencia Villegas. Ela usou um Robalo para fazer essa receita, mas você pode usar outro tipo de peixe que possa ser assado também. Fica a seu critério. A receita é do Panelaterapia.

O segredo para esse peixe ficar bem saboroso é temperar um pouco antes e deixar marinando, aproximadamente 2h de antecedência. Tempere a seu gosto com sal, limão, pimenta moída ou outro tempero que goste de usar para peixes. Deixe marinando na geladeira por esse período. Faça uns cortes no peixe até chegar na espinha, para o tempero penetrar bem. Faça isso apenas de um lado, ok?!

Enquanto isso prepare um molhinho que você vai regar o peixe enquanto estiver assando:

  • 150ml de vinho branco seco;
  • 2 colheres (sopa) de azeite;
  • 1 colher (sopa) de suco de limão ou vinagre;
  • 1 colher (sopa) de ervas finas (mix de ervas comprado pronto);
  • 1 xícara de folhas de coentro (se não gostar use salsinha);
  • 1 dente de alho;
  • 1 colher (café) rasa de sal;
  • 1/4 de cebola;
  • 1/2 colher (café) de pimenta branca moída, eu usaria também o mix de pimenta ao invés da branca.

Eu sugiro que você compre o peixe limpo já! Como falei nesse post aqui, eu compro sempre na feira perto de casa. O peixe vem fresquinho pronto para ser consumido.

Para assar forre um refratário com rodelas de batatas, cenouras e cebolas. Regue tudo muito bem com bastante azeite. Tempere os legumes com sal e pimenta moída a seu gosto, mas não exagere no sal. Uma opção é espalhar um pouco de coloral por cima da pele do peixe para deixá-lo com a cor mais bonita. Esse tempero não altera o sabor, é apenas para dar cor.

Coloque no refratário e leve ao forno preaquecido a 220c°, asse sem papel alumínio. Deixe assar por uns 15 minutos, abra e regue a primeira vez com o tempero que você preparou (use umas 6 colheres de sopa ou mais, dependendo do tamanho do peixe). Faça isso de tempos em tempos para manter o peixe sempre molhadinho até que fique assado. O tempo de cozimento varia de forno para forno, mas a partir dos 40 minutos fique atenta para não ficar ressecado. Se sobrar tempero você pode guardar na geladeira e dura até 1 mês.

Depois é só se deliciar com sua família ou convidados!

1546333_688477591172589_158028101_n

Gostaram da receita? Façam em casa e contem como ficou!

Beijos,

Poly.

Badejo ao Forno com Crosta de Lemon Pepper

foto 4Não tenho muito costume de fazer peixe em casa, esta foi a primeira vez que fiz! Uma vez comi este peixe no Bistrô da Sara (Um restaurante suuuuper fofo, onde tudo é delicioso, fica no Bom Retiro). Fiquei apaixonada pelo tempero do peixe! Até que um dia descobri que o sabor  picante pelo qual eu me apaixonei era o lemon pepper. Pode se animar porque é bem fácil de fazer. Fui na feira de rua do meu bairro e comprei um belo e suculento filé de badejo que estava bem fresquinho e limpo! Fica a dica para quem quiser comprar peixe fresco, mas tem que ser uma feira BOA, ok! Quanto à receita, há tempos atrás eu li uma receita aqui, outra ali sobre como fazer a tal da crosta que fica por cima do peixe, mas no final das contas eu juntei tudo q tinha lido e mais o que achei que era bacana e fiz… Você pode fazer como achar que fica melhor, tá?

  • Rendimento: serve 8 pessoas
  • Custo: ★★★★
  • Dificuldade: ★★★★

INGREDIENTES

  • 1 lombo de badejo (o que eu usei tinha aprox. 1,6kg)
  • 5 dentes de alho
  • 100 ml de vinho branco
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • Ervas (usei alecrim e hortelã da minha hortinha, e também um pouco de cebolinha)
  • Sal a gosto
  • Farinha de rosca (para empanar)
  • Lemon pepper a gosto

MODO DE PREPARO

  1. Tempere o peixe aproximadamente 2 horas antes de assar. Faça o tempero a seu gosto. Eu eu fiz assim: (Fiz uma pastinha de alho amassado com manteiga e sal. Acrescentei as ervas e espalhei no peixe, depois joguei o vinho branco e deixei marinar na geladeira);
  2. Depois retire o peixe da marinada e empane com farinha de rosca. A parte de cima precisa ficar bem enfarinhada…
  3. Coloque em outra assadeira e cubra com lemon pepper a gosto…
  4. Leve ao forno pré-aquecido por aproximadamente 40 minutos a uma temperatura de 220-260c°.

Depois que assou eu cortei os pedaços e coloquei em uma travessa para servir. Se você assar o lombo inteiro ele pode soltar muito líquido, como foi no meu caso. Se preferir, pode assar cortado em pedaços como fiz depois nas próximas receitas.

Dica: Esse peixe não fica bom para comer no dia seguinte, por isso não faça para sobrar muito. Depois que eu aprendi o truque, calculo 1 pedaço grande por pessoa e mais uns 2 ou 3 pedaços de sobra, caso alguém queira repetir. 

Servi com purê de banana da terra e arroz com brócolis. Os créditos do Arroz com Brócolis eu douà  minha amiga Clemen!

foto 3

Gostaram?! Façam e me contem o que acharam! Talvez vocês estejam se perguntando: “Mas é Badejo ou Abadejo”?

Tem uma curiosidade a respeito disso: “É Badejo ou Abadejo ? Muitas pessoas confundem o Badejo como sendo Abadejo. O Abadejo é na verdade o Congro Rosa, importado com esse nome da Argentina e do Chile. Com nomes bastante similares,  levam o consumidor a acreditar ser o mesmo peixe. O Abadejo ou Congro Rosa, é um peixe de corpo comprido, de filés mais finos, porém de sabor agradável, mas nada comparado ao verdadeiro sabor do Badejo em questão. Tem muitas pessoas que pensam que é a mesma coisa. Tem gente que vende como se fosse a mesma coisa – especialmente em restaurantes e peixarias. Não são. O Badejo em questão, é da família Serranidae, parente da Garoupa e do Cherne. É um dos peixes mais nobres, de grande envergadura variando entre 5 e 30 kg, de filés pedaçudos e de carne densa. Nosso peixe é pescado entre o Sul da Bahia e o Espírito Santo, é coisa “buonissima”, como dizem os italianos. Sua carne é muito apreciada na boa gastronomia, especialmente no preparo de grelhados, assados e moquecas”.

Interessante, né?! beijinhos!

Poly.