O Significado da Verdadeira Páscoa

tumuloVazio05

 Estamos em uma das épocas do ano mais movimentadas e celebrada: A Páscoa. Por todos os lugares vemos ovos de páscoa coloridos e coelhinhos enfeitando as vitrines e mesas de almoço e jantar. Onde a família e amigos se reúnem para comemorarem essa data festiva com muita originalidade. Eu particularmente gosto muito de comemorar e celebrar também. Vejo alegria nisso.

Mas o que é realmente a Pascoa?! O que realmente celebramos nessa data?! O que está por trás das figuras do coelho e dos ovos usados para simbolizar a Páscoa? Aliás, coelho e ovos nem combinam, porque coelhos não se reproduzem através de ovos… Se você pesquisar, existe uma história porque coelhos e ovos são usados como símbolos da páscoa, mas preferi não abordar esse assunto justamente por ter muitas fontes e com diferentes teses a respeito. Por isso deixo livre para quem quiser entender melhor o significado disso, fazer sua própria pesquisa. Fiquei pensando sobre tudo isso, essa mobilização para comemoração da Páscoa, e realmente me questionei o que EU tenho celebrado nessa data. Por isso decidi fazer esse post com o título de “O Significado da Verdadeira Páscoa”.

Muito além da data comercial e ovos de chocolate caríssimos (que é um absurdo!). A Páscoa  representa a morte e ressurreição de Cristo. O filho de Deus que trouxe salvação ao mundo. Essa data simboliza o sacrifício de Jesus na cruz quando o seu sangue precioso foi derramado por nós!!! Por isso celebramos!

Para ilustrar, coloquei esse vídeo muito fofo com a história da Páscoa contada pelas crianças de uma forma simples e verdadeira. Clique pra ver!!!

Páscoa

Agora um pouco de embasamento bíblico:

“A Páscoa está diretamente ligada à história de Israel. O Antigo Testamento trata desse assunto em Êxodo capítulos 12 e 34; Levítico cap.36; Números cap.28 e Deuteronômio cap.16. A palavra páscoa significa “passar por cima” ou “passar sobre” ou “passar adiante”. Refere-se à terrível noite da libertação quando, atento ao sofrimento de Israel, o Senhor Deus fez cair a décima e última praga sobre o Egito, a morte dos primogênitos. Era o dia 14 do mês de Abibe (significa primavera e refere-se à estação do ano), mais tarde denominado Nisã, que veio a ser o primeiro mês do ano da recém-nascida nação de Israel.

Diante da dureza do coração de Faraó e sua recusa em libertar os filhos de Abraão, Deus ordenou ao povo separar um cordeiro macho, de um ano e sem defeito, para cada casa. Ao pôr do sol do dia 14 do mês de Abibe, todas as famílias de Israel deveriam sacrificar o cordeiro e passar um pouco de sangue nas laterais e nas vigas superiores das portas das casas nas quais comeriam o animal. O sangue era um sinal para indicar as casas em que os israelitas estavam. “Quando eu vir o sangue, passarei adiante”, disse o Senhor.

Naquela mesma noite, comeram a carne assada no fogo, com ervas amargas e pão sem fermento. Comeram toda a carne, sem deixar nada até a manhã, conforme a ordem de Deus. Comeram a refeição, prontos para sair: vestidos com seu cinto, calçadas as sandálias e cajado na mão. Essa é a Páscoa do Senhor. “Este dia será um memorial que vocês e todos os seus descendentes celebrarão como festa ao Senhor” (Êxodo 12.14 NVI). Israel obedeceu às orientações do Senhor e recebeu das Santas Mãos, o êxodo, ou saída, do Egito.

A lembrança deste evento nos traz algumas lições preciosas: 1) Deus está atento ao clamor dos Seus filhos; 2) Há situações que são de verdadeira escravidão das quais o homem só consegue se livrar pela intervenção divina; 3) O livramento vêm quando o homem recorre e se submete à aliança que o Deus Soberano tem estabelecido com o Seu povo (havia um pacto de Deus feito com Abrão há mais de quatrocentos anos).

Na Antiga Aliança, Deus trouxe o perdão e a libertação por meio do sangue de cordeiros; na Nova Aliança, Deus traz a redenção por meio do sacrifício de Seu Filho Jesus Cristo: “Este cálice é a nova aliança no meu sangue, derramado em favor de vocês” (Lucas 22.20 NVI). “Assim, Jesus sofreu… para santificar o povo por meio do Seu próprio sangue” (Hebreus 13.12).

É isso que o apóstolo João afirma quando, ao ver Jesus, diz: “Vejam! É o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo!” (João 1.29). E também quando declara: O sangue de Jesus Cristo, Seu Filho, nos purifica de todo pecado (I João 1.7). Aí está a ideia de expiação, transmitida também na instituição da páscoa. Por Seu sacrifício, Jesus cobre com Seu sangue imaculado, contra os poderes das trevas, a pessoa que permanece Nele.

Na Páscoa Israel celebra sua libertação de um estado de escravidão no Egito e a conquista da terra prometida. Em Jesus Cristo, que é a “nossa Páscoa” (I Coríntios 5.7) celebramos a libertação da velha vida que nos prendia, escravizados, ao pecado e suas conseqüências. Saímos dessa situação para a posse de uma nova vida, a vida eterna.

Assim, como para ser salvo, Israel deveria ser coberto pelo sangue de cordeiros e comer toda a sua carne, quem quer ser liberto e salvo da morte eterna tem que estar coberto pelo sangue (morte substitutiva) de Cristo e, de Cristo, se alimentar. Em linguagem figurada Jesus ensina: “Todo aquele que come da minha carne e bebe do meu sangue tem a vida eterna e eu o ressuscitarei no último dia” (João 6.54). Corra para Jesus, o Cordeiro Pascal! (Fonte).

Sem título

O sacrifício de Jesus foi a maior prova de amor de Deus à humanidade. Que nessa Páscoa possamos nos lembrar desse tão imenso AMOR de Cristo por nós!

Não há nada de errado em comer ovo de chocolate e enfeitar a sua mesa para receber a família com figuras de coelhinhos e cenourinhas. Mas que a razão de tudo isso não seja simplesmente essa, e sim a celebração da ressurreição de Jesus, que deu a vida por você e por mim! Que no seu coração o significado da verdadeira Páscoa esteja vivo, assim como Jesus está!

“O anjo disse às mulheres, não tenham medo, sei que vocês estão procurando Jesus, que foi crucificado. Mas Ele não está aqui. ressuscitou como tinha dito” (Mateus 28:5-6).

E porque Ele vive posso crer no amanhã!!! Feliz Páscoa pra você!!! \o/\o/

Beijos,

Poly.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s