Poema do Café

10148-64918-taza-de-cafe

Ele está presente na casa de milhares de famílias e vai muito além do hábito da manhã, o café também serve para trazer energia no meio de uma tarde de trabalho, ou de uma simples tarde de lazer. Um post com rimas dedicadas exclusivamente à este grão, para curtir, refletir e degustar enquanto aprecia sua xícara de café!

Café, o poema do café
Por: Tales Buonarotti

Café de meia, de cafeteira
Tomo até de mamadeira

Café em grão, de verão
Secando ao Sol na fazenda do Barão

Café em pó, com pão e só
Cedinho na casa da vovó

Café expresso, de padaria
Com gosto de correria

Se o café(coitado) soubesse para onde iria,
Sequer ele nasceria.
Mas se não fosse a coragem do café,
Eu não estaria de pé! (Escrevendo poesia)

Tenham uma boa tarde!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s